quarta-feira, 12 de julho de 2017

Espanhola - Guarabyra/Flávio Venturini

* colaboração do jornalista musical Abner Moabe

Quem nunca teve aquela história de amor platônico, em que fica aquela sensação de uma afinidade que poderia ter ido além da amizade? Foi uma história como essa que inspirou a letra da música Espanhola – um clássico do repertório voz e violão nos barzinhos de todo o Brasil.


Lá pelos idos de 76, a dupla Sá & Guarabyra havia se mudado para São Paulo. Era inverno e o frio castigava os cariocas que não estavam acostumados com as baixas temperaturas. Guarabyra rapidamente descobriu um bar e tratou de fazer amizade com o gerente. Numa noite fria, enquanto tomava alguns licores para se esquentar, lembrou da amiga Fafá . Ela havia ficado no Rio de Janeiro e ele achava que a história deles poderia ter sido bem mais do que uma amizade.

Enquanto seguia nessa viagem emocional, o tempo foi passando: era hora de fechar o bar. A casa de Guarabyra ficva a oito quarteirões dali - o que no frio fica ainda mais longe. Foi quando ele lembrou que os amigos Flávio Venturini e Sérgio Magrão - do grupo O Terço - moravam próximos do bar. Tava formada a oportunidade para uma visita.
                                                    Foto: Juarez Rodrigues
Ao chegar na casa, Guarabyra foi recebido por Flávio Venturini com um aquecedor para descongelar suas mãos. Como já havia interrompido o sono do amigo, provocou Flávio procurando sobre novas composições. Músico já gosta! Flávio então pegou o violão e mostrou a melodia em que estava trabalhando naqueles dias. Guarabyra sacou lápis e papel e colocou pra fora a história com Fafá. Escreveu a letra da música toda de uma vez.

Já recuperado do frio e se sentindo mais leve, Guarabyra sentiu que já tinha condições de chegar em casa. Agradeceu ao amigo pela acolhida e partiu. No dia seguinte, o telefone da casa de Guarabyra toca. Era o Flávio Venturini dizendo que a letra tinha ficado perfeita. Até aí nada demais, se não fosse por um pequeno detalhe: Guarabyra não lembrava nem que tinha passado pela casa de Flávio, muito menos de ter escrito a letra de uma música. Coube ao Flávio ensinar ao Guarabyra a letrar que ele próprio tinha escrito.
Espanhola foi gravada originalmente pela dupla Sá e Guarabyra em 1977, no clássico disco Pirão de Peixe com Pimenta. Anos mais tarde, em 1982, Flávio Venturini fez seu registro em seu primeiro disco solo, Nascente, quando ainda integrava o 14 Bis. De lá pra cá ela já foi regravada diversas vezes e se tornou uma das mais belas músicas do nosso cancioneiro popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário